Time to Sydney

Sim, chegou a hora de Sydney aqui no blog! Como “aspirante à Melbournian” sou um pouco suspeito em falar de Melbourne, mas não é porque sou o maior entusiasta de Melbourne que pra mim não existam outras cidades maravilhosas como Sydney (que se escreve com dos “y’s” hahaha).

Pensando então em quem gosta, Sydney não podia ficar sem timelapse por aqui também!

Que tal dar uma olhadinha nessa cidade maravilhosa?!

Anúncios

A arte de não se adaptar.

Eu sempre ouvi que depois que eu fosse para um intercâmbio, que eu nunca mais seria o mesmo e que eu seria um eterno inconformado… Pois é, foi bem isso aconteceu.

Sempre quando eu converso com as pessoas é infalível eu não ouvir àquela pergunta: “- Mas e aí? Já se adaptou ao Brasil?”

E com unanimidade a minha resposta é sempre: “-NÃO!” 

Segundo o dicionário Michaellis: “Adaptar” a.dap.tar  (lat adaptare) 1. Pôr em harmonia. 2. Fazer acomodar a visão.  3. Tornar apto 4. Combinar, encaixar, justapor: Adaptar um verso a outro. 5. Ajustar (uma coisa a outra). 6. Aclimar-se: Adaptar-se ao meio. 7. Acomodar(-se), pôr(-se) em harmonia. 

A real é que eu acho que NUNCA MAIS vou conseguir me adaptar novamente. E se adaptar tem como significado tudo o que o dicionário aí em cima cita, acho que vai ser bem difícil.

E não é por orgulho, é por não aceitar as coisas da forma como a sociedade impõe. ‘Viver fora’ nos últimos dois anos me fez ver o mundo sem “mimimi”, me fez vivê-lo de verdade.

Eu não preciso terminar uma faculdade e viver trancado em uma clínica atendendo ‘cachorrinhos de madame’ pra ser feliz. Quem disse que eu tenho financiar um carro em 60 parcelas pra me locomover, seu eu posso ter ao meu alcance um transporte público de qualidade. Quem disse que eu preciso ser um assalariado pra ganhar dinheiro? Dinheiro é bom, mas de que me adianta ter uma porção dele e não poder aproveitá-lo com qualidade? Onde está escrito que para viajar eu tenho que fazer tudo agendado e programado por uma agência de viagens se eu posso pegar meu mochilão a qualquer hora e fazer de um passeio simples uma aventura?  Eu não preciso estar 100%  ao lado da minha família para provar que os amo.  Quem disse que eu não posso ter amigos ao redor do mundo? Eu não preciso financiar uma casa em 120 parcelas, EU POSSO SER CIDADÃO DO MUNDO!

É como eu sempre disse: “Eu só resolvi viver diferente do que a sociedade impõe, eu só escolhi ser a peça fora do sistema, escolhi viver segundo o meu coração, eu só escolhi seguir os meus sonhos, eu escolhi ser FELIZ e se para viver dessa forma eu precisar renunciar muito mais: HERE I AM!

charge

Melbourne e Sydney entre as 10 mais seguras do mundo.

Sydney, ocupando a sexta posição.

Sydney, ocupando a sexta posição.

Ah! Sério?! Acho que pelo menos uma vez por mês eu faço uma postagem ou outra de alguma cidade australiana (Melbourne, sempre no meio) que ficou no Top 10 entre os mais diversos rankings, espalhados aí pelo mundo. Pois é, o novo ranking da vez é o das 10 cidades mais seguras do mundo.

E quem acabou aparecendo mais uma vez foi Sydney, ocupando a sexta posição e Melbourne, logo atrás na nona posição.

The Economist’s Safe Cities Index, da revista The Economist, avaliou 50 cidades segundo 40 categorias, entretanto as principais foram Segurança Digital, Segurança de Saúde, Segurança em Infraestrutura e Segurança Pessoal. 

Melbourne, ocupando a nona posição.

Melbourne, ocupando a nona posição.

Ricas cidades asiáticas como Tóquio e Cingapura estão no topo da lista, contudo apenas Japão e Austrália pontuam a lista com não uma, mas DUAS cidades no Top 10.

Veja a lista completa:
1. Tóquio – Japão

2. Cingapura – Cingapura

3. Osaka – Japão

4. Estocolmo – Suécia

5. Amsterdã – Holanda

6. Sydney – Austrália

7. Zurique – Suíca

8. Toronto – Candá

9. Melbourne – Austrália

10. Nova Iorque – Estados Unidos

Logo logo eu apareço de novo pra postar algum outro ranking por aí…

#PARTIUAUSTRÁLIA

Piratas do Caribe 5 será filmado na Austrália

pirates-of-the-caribbean-on-stranger-tides-11592-1680x1050

Pois é! O governo australiano pagou 18 milhões de dólares para a Disney levar a produção ao local.

O quinto filme da série, Piratas do Caribe: Os Mortos não contam Histórias, liderado por Johnny Depp será rodado em não mais, não menos que em um dos estados mais lindos da Austrália, em Queensland.

A confirmação sobre o local das filmagens veio de George Brandis, procurador geral e Ministro das Artes da Austrália, que afirmou que a produção será a maior que o país já recebeu. “O governo australiano está contente por ter garantido que o quinto filme da franquia Piratas do Caribe seja filmado na Austrália com uma contribuição de US$ 18,8 milhões ao projeto. Este é um acordo histórico com a Walt Disney Studios”, disse Brandis.

Por enquanto, nós, aqui no Brasil ficamos ansiosíssimos aguardando as maravilhosas imagens que nos esperam no próximo título.
Fonte: RollingStone Magazine.

Melbourne está entre as “Top Cities” para estudantes.

Melbourne-Uni-students

Melbourne foi nomeada como o segundo destino no mundo para estudantes e está à frente de diversas cidades como Londres, Sydney e Paris, segundo o ranking da Quacquarelli Symonds (QS).

As classificações são baseadas de acordo com as universidades de cada cidade, qualidade de vida, perspectivas de emprego, comunidade estudantil e acessibilidade. Para se qualificar, uma cidade deve ter uma população de, pelo menos 250.000 habitantes e ser o lar de pelo menos duas instituições qualificadas pelo raking QS – Melbourne tem sete.

Classificada como cidade mais habitável do mundo por quatro anos consecutivos, Melbourne oferece muitas opções para manter os alunos entretidos durante os intervalos do estudo. Capital cultural da Austrália, a cidade abriga uma série de eventos emblemáticos anualmente e possui algumas das melhores cozinhas do mundo. A partir de sua famosa cultura do café e a vibrante cena de bares e clubs, prosperidade e indústria do varejo, museus e galerias de classe mundial, sem contar a variedade de locais destinados à música ao vivo e muito mais, fazem com que a a atmosfera da cidade seja constantemente viva e com muita abundância para os alunos a apreciar.

De acordo com a equipe da QS: “Os altos padrões de vida e o incrível cenário natural, Melbourne é uma cidade difícil de se bater.”

Melbourne foi premiada com a maior pontuação na categoria “mix de alunos”, que é calculada com base no tamanho relativo e diversidade da população estudantil da cidade, bem como os níveis de inclusão social e de tolerância.

Melbourne também marcou muito bem quanto à “atividade empregadora” e nas categorias “desejabilidade” que, respectivamente, está ligada ao ponto de vista dos empregadores e a qualidade geral de vida que a cidade oferece.

E tem como não amar Melbourne?!

Fonte: http://www.visitmelbourne.com

Python engole um Wallaby inteiro na Austrália

Sim! A Austrália é bizarra mesmo! A última da vez foi um Wallaby (da mesma família dos cangurús) que foi engolido completamente por uma cobra python.

Após ouvir alguns estranhos barulhos por aves no Parque Nacional Nitmiluk, Paul O’Neill resolveu investigar o que estava acontecendo e se deparou com cena abaixo:

can1

Ao se deparar com a cena, O’Neill não marcou bobeira, pegou a câmera e começou a fotografar o banquete sem medo de se tornar a sobremesa.can2

Momento de constricção da Python em torno do pequeno Joey.
can3

Abrindo a boca…can4

… engolindo ele por completo.
can5

De estômago cheio.
can6Pronto! Agora é só descansar e esperar a digestão.

can7

Partiu, Austrália?

 

 

Fotos: Northern Territory Parks and Wildlife / Via facebook.com
Fonte: BuzzFeed.com