Austrália Feelings!

Finalmente, chegou o grande dia, já é madrugada, exatamente 01:05 da manhã e eu aqui, mais acordado que nunca escrevendo o último texto em terras brasileiras, ao som de “Wake-me Up” do AVICII, e cada vez que eu ouço essa música percebo o quanto ela combina com todo esse momento que estou vivendo.

O trecho que mais me marca é: “I hope I get the chance to travel the world. But I don’t have any plans. I wish that I could stay forever this young. Not afraid to close my eyes…” (Espero ter a chance de viajar o mundo. Mas eu não tenho nenhum plano. Gostaria de permanecer jovem para sempre. Sem medo de fechar os olhos…), e não é que tudo isso é verdade? Sempre quis ter a chance de viajar o mundo, sempre quis permanecer jovem, apesar de no espelho eu já encontrar alguns cabelos brancos… Agora, se tem uma coisa que eu não tive medo foi de fechar os olhos e embarcar neste sonho sem nenhum plano.

Hoje viajo em busca da realização de mais um sonho, me sinto mais seguro, mais firme, mais confiante e apesar de não ter nenhum plano em si, creio que tudo dará certo. Neste momento já começo a sentir saudade do que ainda não deixei, saudades do que já deixei (Pântano e Porto) mas começo também sentir muita esperança e uma energia muito boa do que virá pela frente.

Não fiz planos, não pesquisei lugares, não planejei viagens (ainda), e vou com a mentalidade que tudo acontecerá no seu tempo, na sua hora e em seu momento, da maneira que deve acontecer.

Passar esse tempo no Brasil me fez relembrar o quanto é bom estar com sua família, receber carinho de mãe, irmã e de prima, me fez perceber que ainda posso contar sim com MUITA, muita gente mesmo, e o melhor de tudo, me fez perceber o quanto eu sou feliz nesse lugar.

Tive que abrir mão de muitas coisas, da minha formação onde vou ter que prorrogar por 2 anos e meio, de algumas “amizades”, de alguns planos, eu abri mão sim, e sem medo, mas sei que da mesma forma que abri mão de tudo isso, em breve eu vou colher o resultado de tudo isso, sempre digo aos meus amigos que para conquistar algumas coisas precisamos abrir mãos de outras e se esse é o momento, que seja agora.

Muito obrigado a minha família, aos amigos, colegas e companheiros que sempre me apoiaram até aqui, obrigado pelo braço forte e ombro amigo de todas as horas, mesmo que a hora seja de despedida mas, com um retorno certo e cheio de boas notícias pra contar!

Até logo Brasil, até logo Bauru!
Fui!

Nos vemos no próximo post quem sabe em Dubai ou já em Melbourne!

Então pra não perder o costume: #PartiuAustrália!

Anúncios

E o sonho [RE] começou…

explore-itineraries-three-great-days-melbourne

Bom, aqui no Porto é dia 08/06/2013, exatamente 14:59h, e depois de algum tempo relutando, aqui estou eu, escrevendo neste novo blog que servirá para contar minhas experiências em mais uma nova jornada: a AUSTRÁLIA!

Tudo começou há pelo menos 10 anos, basicamente em desde de 16 Janeiro/2003 quando eu havia comprado meu 1.º Cd do Hillsong United, e lá havia uma faixa interativa mostrando todo o trabalho que esse grupo fazia na Austrália e também mostrava bastante desse mesmo país.

Pronto, a partir daquele momento, comecei pesquisar muito sobre a Austrália e um novo sonho começava nascer, o de “intercambiar” para Austrália um dia, quem sabe? Sempre sonhei com aquilo, com o país, com o povo, com as praias, com os cangurus, com as riquezas naturais, com a Hillsong, e muito mais que aquele lugar tinha.

De um tempo pra cá esse sonhou acabou ficando esquecido, talvez porque comecei a fazer Medicina Veterinária, o que tomou tempo, e o foco muitas vezes acaba indo todo por aí, e no meu sonho em fazer mestrado entretanto, o intercâmbio nunca saiu da minha cabeça, e durante o 4.º ano, fui contemplado com uma bolsa de estudos para estudar em Porto-Portugal, vim pra cá e conheci a Europa, e como gostei muito de Portugal, foi aberto um edital do Ciência Sem Fronteiras e como eu queria prorrogar mais minha estadia aqui, acabei me inscrevendo.

Mas.. como nem tudo são flores, no meio do caminho, recebi um mail onde minha candidatura para Portugal não seria possível e em contrapartida  eu poderia escolher entre diversos países, um deles era o Reino Unido, optei por ele.. e minha bolsa começou a ser implementada.

E de novo como “tudo que é difícil é mais gostoso”,  novamente vem um mail que minha candidatura para o Reino Unido não seria possível, mas que para garantir o compromisso que o Governo Federal fez, que eu poderia opinar e escolher: ou melhorar o meu inglês e participar só em 2014  do intercâmbio no Reino Unido ou alterar minha candidatura IMEDIATAMENTE para onde?

R: AUSTRÁLIA!!!!!!!!!!!!

E aqui estou eu, escrevendo o primeiro texto deste blog, com muitas expectativas, muita tensão e a partir de hoje quero contar tudo por aqui.. é uma nova jornada, já estou há 4 meses no Porto-Portugal, creio que volte algumas semanas ao Brasil e embarco rumo ao 1.º e mais importante de todos os meus sonhos: MORAR NA AUSTRÁLIA!

Espero que tudo dê certo daqui pra frente e pra não perder o costume:

“Escolha uma nova história para sua vida e acredite nela..”

Então..

#PartiuAustrália!