5 termos que provavelmente você já procurou até chegar aqui!

Bom, esse post vai ser um pouco diferente dos outros. Sempre recebo comentários legais e sugestões de posts para o blog, mas dessa vez resolvi fazer diferente. Acontece que é possível acompanhar pelo ´painel de controle´do wordpress o que as pessoas estão pesquisando nos buscadores (google, é o mais famoso deles) até chegar aqui no meu blog.

Gosto sempre de acompanhar essas estatísticas e baseado nelas procuro criar conteúdo para o blog. Dessa vez o post de hoje vai ser inteiro dedicado à você que provavelmente chegou aqui por esses buscadores. Resolvi selecionar os 5 termos mais procurados e tentar responder aqui. Creio que isso facilitará a vida de outras pessoas também. Posso dizer na verdade que esse é um Post-Resumo do que já tive de bom por aqui.

Então vamos à eles:

1. ‘WILD LIFE’ Austrália

CLICHÊ! Veio para a Austráia tem que tirar foto com Koalas e Cangurús!  Foto tirada no Ballarat Park. Apesar de não estar com barba, eu simplesmente gosto muito dessa foto.

CLICHÊ! Veio para a Austráia tem que tirar foto com Koalas e Cangurús! Foto tirada no Ballarat Park.
Apesar de não estar com barba, eu simplesmente gosto muito dessa foto.

Sim! Aqui é o paraíso pra quem gosta de vida selvagem. Possivelmente você vai encontrar de tudo aqui, os animais aqui podem ser desde lindas cacatuas até mortais crocodilos de água salgada e doce sem contar as pequenas criaturas mortais como aranhas e águas vivas. É claro que não podemos esquecer das fotos com os famosos Koalas, Cangurús, Wombat e Mombats que você pode tirar nos parques espalhados pela Austrália. Se você quiser saber mais aqui vai uma lista com as principais postagens:

Animais na Austrália (separados por categorias)

Top 10 Animais mais Perigosos da Austrália

Wild Life Experience – Ballarat Park

Removendo Aranhas do seu quarto

Parques Victoria (site da instituição que cuida de todos os parques com listas e dicas de onde ir).

2. Bicicleta Melbourne

St. Kilda Road - Ciclovias sempre bem sinalizadas e respeito pelos ciclistas por parte dos motoristas.

St. Kilda Road – Ciclovias sempre bem sinalizadas e respeito pelos ciclistas por parte dos motoristas.

Melbourne é conhecida pelo incentivo ao esporte, energia limpa e por seus investimentos nesse meio de transporte alternativo que é andar de bicicleta. Sim, é possível ir para a faculdade, emprego ou cruzar toda a cidade por meio de ciclovias. Algumas cortam a cidade de norte a sul, outras você simplesmente pode utilizar o metrô para chegar até elas sem problema algum.

Aqui tem um post especial sobre isso que publiquei logo no começo do meu intercâmbio:

Guia para Ciclistas – Melbourne

3. Curiosidades

Pra mim, o maior choque foi me deparar com o inglês diferente do inglês! Aussies e seus slangs! Simplesmente divertido!

Pra mim, o maior choque foi me deparar com o inglês diferente do inglês! Aussies e seus slangs! Simplesmente divertido!

Caraca! Isso é o que mais tem que fica até difícil eu ficar falando uma por uma. Da mesma maneira que os australianos levam uma vida mais leve e relaxada eles também tem suas excentricidades que vão desde leis bizarras até o modo de vestir, comer e beber. Comer carne de cangurú, dar nome diferente para marcas conhecidas, ter um lago rosa ou até mesmo pagar por doação de esperma, é algo que você pode acompanhar nas matérias abaixo:

50 Fatos interessantes (ou não) sobre a Austrália

O Inglês Australiano

10 motivos para se mudar para Austrália

Doação de Esperma

Marcas Australianas

Lago Rosa – Pink Lake ou Salted Water Lake

10 Fatos sobre a Carne de Cangurú

Bizarras Leis Australianas

Burger King x Hungry Jack´s

4.  Melbourne

Região próxima ao Yarra River, todos os dias de hora em hora um show com fogos marca acontece de hora em hora próximo ao rio.  E sim! Ela é tudo isso, mesmo!!!

Região próxima ao Yarra River, todos os dias de hora em hora um show com fogos marca acontece de hora em hora próximo ao rio.
E sim! Ela é tudo isso, mesmo!!!

Esse é o quarto ítem e não menos importante ítem pesquisado aqui no blog. Se você pesquisou por Melbourne até chegar aqui, certamente começou bem certo! Não por ser a cidade mais linda do mundo (pra mim é, e pronto!) mas porquê ela também é a melhor cidade pra se viver, é a capital mundial da cultura, investe altamente em transporte, esportes, educação, etc.. Não me canso de citar motivos e motivos sobre essa cidade que me adotou e não me canso também de ter ótimas impressões sobre ela. Aqui vão os posts:

Meus primeiros dias em Melbourne

Turistando Low Cost 1

Turistando Low Cost 2

Melbourne é a melhor cidade para se viver e Damasco, a pior, diz estudo.

O Mundo, segundo os Brasileiros. MELBOURNE.

Fatos interessantes sobre Melbourne

Custo de Vida

E o bicho me mordeu de novo

Top 5 noites de Sexta

Melbourne é a cidade mais habitável do mundo, mais uma vez.

5. Hillsong Melbourne

Culto de Domingo no Athaenum Theatre.

Culto de Domingo no Athaenum Theatre.

Obrigado por que mesmo pesquisando por ‘RioSong’, ‘Riussong’, ‘Hellsong’ ou ‘RioSom’ você chegou aqui!!!! Yes!!!! Sempre tive uma raiz cristã e cresci embalado pelas músicas da Hillsong, principalmente Hillsong United. A sede da Hillsong é em Sydney mas nem por isso Melbourne perde em relação à isso.

A Hillsong Melbourne está dividia em 3 campus:
– City Campus: Athaenum Theatre na 188 Collins St. no CBD.

– East Capus: 32 Stud Rd, Bayswater

– West Campus: 90 Mitchell St, Maidstone

Além disso você pode se informar e ir até a célula de relacionamento mais próxima, conhecida também como ‘Connection Group’.

Cristão ou não, não importa sua religão, visite pelo menos uma vez, os cultos na verdade são como super-produções e são espetáculos à parte de tudo o que você já viu.

Bom por hoje é só!

#partiuAustrália

Anúncios

Turistando por Melbourne – LOW COST! [PARTE 1]

Melbourne Visitor Shuttle

Melbourne Visitor Shuttle

Está chegando em Melbourne agora, não sabe o que fazer e ainda quer economizar?

Este é o primeiro post que farei sobre “turistar” em Melbourne LOW COST! Não é porque você não tem grana ou não veio tão abonado assim que não vai poder conhecer lugares incríveis e paisagens de tirar o fôlego na Melbourne City.
Ao chegar na Austrália, em Melbourne, garanto que fiquei um tanto impressionado com os preços por aqui, até que você começa a se encontrar com outras pessoas na mesma situação que você e descobre que sim, há muita coisa barata ou até mesmo de graça pra curtir por aqui.

Nesse primeiro post vou falar sobre os transportes.

Se você já viajou por outros países, provavelmente conhece ou já ouviu falar sobre os famosos “City Sightseeing´s”, que nada mais são que ônibus caríssimos que param em diversos pontos turísticos das principais cidades around the world! Aqui em Melbourne existe esse serviço por U$ 35,00.

Shuttle Visitor Melbourne

A notícia boa, é que você pode ter esse mesmo serviço DE GRAÇA (até 1 de outubro, após essa data o valor será de U$5,00).
A bordo do Shuttle Visitor Melbourne você pode descobrir uma cidade cheia de belos jardins, arquitetura impressionante e obras de arte deslumbrantes, bem como uma série de galerias, teatros, lojas e restaurantes. Mesmo após a cobrança, os U$ 5,00 para manutenção, não chegarão nem aos pés dos U$35,00 cobrados pelo serviço Sightseeing.

Os bilhetes estão disponíveis a partir do Centro de Visitantes Melbourne na Federation Square ou a partir de máquinas de venda localizados em cada parada.

Existem 13 paradas onde você pode subir e descer a todo momento. Faça o download do mapa aqui(PDF 1.7MB). Cópias também estão disponíveis no Centro de Visitantes Melbourne.

ROTA:

Parada 1: Arts Precinct
Locais relacionados à peças de teatro, fotos e performances: Arts Centre Melbourne, NGV International, Australian Centre for Contemporary Art (ACCA), Malthouse Theatre, Melbourne Recital Centre e Southbank Theatre.

Parada 2: Federation Square
Saia aqui para serviços aos visitantes, cultura e arte.: Melbourne Visitor Centre, Federation Square, Ian Potter Centre, NGV Australia, Australian Centre for the Moving Image (ACMI), Birrarung Marr and William Barrack Bridge, Federation Bells, Flinders Street Station, St Paul’s Cathedral e Hosier Lane.

Parada 3: Sports Precinct
Estádios, lendas e jardins.: Melbourne Cricket Ground (MCG), National Sports Museum (in the MCG), Melbourne, Olympic and AAMI parks, Fitzroy Gardens, Cooks’ Cottage, Fairies Tree, Model Tudor Village e Historic Conservatory.

Parada 4: Chinatown
Compras, teatro e conhecer o dragão chinês.: Her Majesty’s, Princess, Regent, Athenaeum and Comedy theatres, Chinatown, Collins Street, Greek precinct e State Library of Victoria, Bourke Street Mall, Melbourne’s GPO, Melbourne Central, QV Melbourne.

Parada 5: Melbourne Museum e Carlton Gardens
Cultura e o cinema.: Melbourne Museum, IMAX Theatre, Royal Exhibition Building, Carlton Gardens, Old Melbourne Gaol e City Watch House.

Parada 6: Lygon Street delegacia
La Dolce Vita e La Mama.: Lygon Street lifestyle, La Mama and Carlton Courthouse theatres, Piazza Italia e Museo Italiano Cultural Centre.

Parada 7:  Universidade de Melbourne
Saia aqui para museus, música e arte moderna.: Universidade de Melbourne, Ian Potter Museum of Art e Grainger Museu

Parada 8: Queen Victoria Market
Mercado, museu e hortelã.: Queen Victoria Market, Melbourne Zoo, Flemington Racecourse, Casa das Artes e Errol Rua e Hellenic Museum.

Parada 9: Harbour Town, Docklands
Compras, patinação e vela.: Harbour Town, Medibank Icehouse, NewQuay e Salão de Turismo.

Parada 10: Etihad Stadium e Victoria Harbour
Artes, parques e eventos esportivos.: Victoria Harbour, Yarra Borda, Etihad Stadium, Docklands Parque e Fox Classic Car Museum.

Parada 11: William Street
Cultura, os tribunais e as maravilhas do litoral.: Museu da Imigração, Centro Cultural Koorie Heritage Trust, Delegacia Legal, ANZ Banking Museu, Empresa Wharf e Aquário de Melbourne.

Parada 12: Southbank e do Rio Yarra
SkyDeck, lojas e navios.: Melbourne Convention and Exhibition Centre, South Wharf Promenade, Crown Entertainment Complex, Southgate, Eureka Skydeck 88 e Polly Woodside

Parada 13: O Santuário e Royal Botanic Gardens
Música, um memorial e os jardins sinuosos.: Shrine of Remembrance, Royal Botanic Gardens Melbourne, Jardim Ian Potter Fundação da Criança, Sidney Myer Music Bowl, Casa do Governo e De La Trobe Cottage.

Os ônibus funcionam diariamente (exceto dia de Natal), que partem a cada 30 minutos 9h30 – 16:30. A viagem completa leva cerca de 90 minutos e inclui comentários on-board.

City Circle (Free Tourist Tram)

City Circle (Free Tourist Tram)

City Circle Tram

O “Circle Tram City” percorre o perímetro da CBD, levando o turista em muitos marcos de Melbourne todos os dias do ano, exceto dia de Natal e Sexta-feira Santa. A rota usa bondes W-Class icônicos, oferecendo-lhe uma experiência histórica nos bondes (bem semelhantes aos do Brasil), enquanto comentários em áudio automatizado anunciam pontos de interesse ao longo do percurso. Pegue o bonde GRATUITAMENTE em qualquer uma das paradas de bonde especialmente marcadas no centro.

Melbourne, de bike!

Melbourne, de bike!

Bike

Pegue uma bicicleta e desfrute de Melbourne, que é uma cidade orgulhosamente ciclo-friendly.
Com ciclovias dedicadas e uma impressionante rede de ciclovias, passear por Melbourne é algo simples, basta montar e curtir a cidade e seus diversos locais magníficos. A cidade de Melbourne está comprometida com a melhoria das instalações e caminhos para auxiliar os ciclistas e incentivar mais o ciclismo. Se você quiser saber mais sobre andar de bike em Melbourne, acesse aqui!

Melbourne é conhecida como a 1.ª Cidade no Mundo pra se viver, não é tôa que ela não cuida apenas de seus utentes, Melbourne cuida também de seus turistas!

Próximo post:  TOP 10 Locais FREE para conhecer em Melbourne!

Por enquanto é só!
#PartiuAustrália!

Guia para Ciclistas – Melbourne Bike City

1175340_576618629060997_864853678_n

Cycling in Melbourne – VIC

Melbourne não é uma cidade barata, por conta disso, nós brasileiros que chegamos por aqui precisamos dar um jeitinho e economizar e, uma das melhores formas de fazer isso é comprando uma bicicleta. Pensando nisso, comprei a minha magrela e fiquei impressionado com a maneira com que Melbourne trata seus ciclistas. Foi aí que resolvemos tirar o dia de hoje para sair de Darebin/Preston (Norte de Melboure) e cruzar a cidade toda rumo à Praia de Sta. Kilda (sul de Melbourne) e as expectativas foram todas superadas. O que mais fiquei impressionado foi a forma com que Melbourne consegue conectar todos os cantos da cidade através das faixas para ciclistas, e mesmo com o compartilhamento das pistas e rodovias por Pedestres, Bikes, Carros, Trams, Train e Bus, o trânsito funciona perfeitamente, o respeito é mútuo e todos circulam com perfeita segurança. Tudo isso faz parte do plano para tornar em 2013 Melbourne uma “Bike City”, o plano tem os seguintes pontos:

  • planejar e oferecer uma rede de ciclovias conectada
  • construir rotas de alta qualidade para passeios de bicicleta locais
  • aumentar a participação no ciclismo
  • fazer o ciclismo mais seguro.
Ciclovias compartilhadas com o trânsito.

Ciclovias compartilhadas com o trânsito.

Tudo isso é verdade, comprovamos na pele e pude perceber o quanto se ganha em qualidade de vida, se quiser saber mais sobre esse plano clique aqui! Vamos ao mini guia: Pra quem não sabe, aqui na Austrália a mão é inglesa, e todo brasileiro que chega aqui acaba encontrando muitas dificuldades ao circular pelas ciclovias por não saber seu funcionamento e algumas regras de trânsito, pensando nisso resolvi fazer um guia rápido baseado nas informações que o estado de Victória nos transmite! Enjoy! E boas pedaladas! Regras:

  • Conheça e obedeça as regras de trânsito.
  • Conheça as suas responsabilidades.
  • Obedeça os sinais das estradas e rodovias.

Bicicletas são considerados veículos e são permitidos nas ruas, a não ser que seja assinalada como não permitida, mesmo que não haja um caminho fora de rota próxima. Esteja Alerta:

  • Esteja atento e antecipar os próximos movimentos aos motoristas, e pedestres especialmente crianças e idosos.
  • Faça contato visual com os cidadãos da estrada, especialmente nos cruzamentos.
  • Use dispositivos de áudio em volume baixo para permitir que você ouça o que está acontecendo ao seu redor.
  • “Green Lanes” ou Linhas Verdes realçam as áreas de alto risco.
  • Olhe para os pedestres que atravessam a estrada.

Seja Previsível:

  • Seja claro sobre suas próximas intenções.
  • Ao mudar de direção, indique com antecedência suficiente para que outros utentes vejam sua próxima intenção.

    Cycling!

    Cycling!

REGRAS PARA CICLISTAS:

  • Você não pode passar um veículo à esquerda quando o veículo está indicando que irá virar à esquerda.
  • Mantenha sua bicicleta em condições de circular – você deve ter pelo menos um freio eficaz, e uma campainha ou uma buzina
  • Pare atrás de um TRAM (Bonde) parado e espere que as portas do elétrico se fechem e os pedestres passem, antes de continuar
  • Usar um capacete de bicicleta padrão australiano é obrigatório, colocado com segurança e preso.
  • Não se deve andar em áreas reservadas para pedestres
  • Não ande em mais de dois lado a lado, a menos ultrapassagens. Ao andar dois lado a lado, ciclistas não devem ter distância superior a 1,5 metros de distância
  • Ande em uma ciclovias na estradas.
  • Dê passagem aos pedestres em passeios e caminhos comuns.
  • Ande com cautela quando passar carros estacionados
  • Fique atendo ao abrir as portas dos carros, ande fora da zona de porta do carro quando for seguro fazê-lo
  • Não andar em ponto cego do motorista, certifique-se o motorista posso vê-lo
  • Cuidado com os perigos e obstáculos no caminho, como buracos e grades, trilhos do bonde e pistas molhadas.
  • Procure visualizar veículos, motos e pedestres que entram e saem em calçadas e vielas.
  • Mantenha uma linha reta sempre, procurando não se mover de um lado para o outro durante sua viagem.
  • Use as mãos para sinalizar mudanças de faixa ou alterações no trajeto.
  • Administre sua velocidade para acelerar ou parar com segurança.
  • Use sinos ou sinais de voz para alertar pedestres e outros ciclistas quando se aproxima, com segurança.
  • Diminua a velocidade ao ultrapassar pedestres.
  • Ao andar em grupos, considerar sempre, fila única.
  • Esteja atento onde estacionar sua bike para não obstruir vias públicas de veículos ou pedestres.
  • Use luzes à noite e em períodos de baixa visibilidade.
  • Bicicletas devem ter refletor vermelho traseiro.
  • Não mudar de direção ou frear de repente. Ps.: Informações Retiradas do Travel Smart – Governo da Victória – Asutrália, para baixar o guia em inglês em sua íntegra, clique aqui!

E depois de andarmos 32km só nos restou compartilhar esses lugares lindos por Melbourne!