Primeiras impressões sobre o Brasil

Finalmente cheguei ao Brasil e depois que consegui colocar tudo em seu devido lugar, estou aqui para contar algumas impressões que tive ao chegar em terras brasileiras. Vamos à elas:

Comida

feijoada(1)
A comida australiana é uma ‘comida do mundo’ com diversas variedades e para todos os gostos, ela é saborosíssima. Mas… Nada se compara àquele arroz com feijão feitos na hora com bastante alho e tempero, o pastel e a coxinha comidos ali na feira-livre aos sábados de manhã tem um sabor especial, o bife até parece mais suculento que o normal, uma paçoca do bar na esquina de casa parece ter sido criada por algum anjo divino, a feijoada é um manjar dos deuses, os bolos molhadinhos são espetáculo à parte e o pão francês com manteiga e o café-com-leite de manhã faz todo dia começar de bom humor.

Educação

ed2
Acho que essa foi uma das minhas frustrações ao chegar por aqui. Sempre ouvi que nós brasileiros somos um povo feliz e receptivo, E REALMENTE SOMOS. Mas pecamos um pouco na educação. Logo que cheguei acabei me esbarrando em alguns brasileiros por estar com umas malinhas bem pequenas (irônico). Acontece que, ao esbarrar nessas pessoas sempre pedia desculpas e nem sempre (na maioria dos casos) fui correspondido e quando eu mesmo sofria um esbarrão por conta de outras pessoas eu acabava pedindo desculpas por eu ter sofrido o mesmo e nem era eu que tinha o causado. Overseas, é muito comum as pessoas lhe pedindo desculpa o tempo todo, dizendo com licença’ para tudo e você acaba se acostumando com isso e fazendo o mesmo. É só uma pena que em alguns locais palavras como ‘com licença’, ‘por favor’, ‘obrigado’, ‘desculpa’, etc, ainda precisam estar pregadas em parede como fosse algo bom de se dizer e na verdade isso deveria ser algo natural e não como é hoje onde as pessoas precisam ficar lhe solicitando ser cordial.

Português

keep-calm-and-fala-português

Bem estranho! Eu sempre andava de bus, train ou tram e ouvia muitos diálogos, mas nem sempre procurava entender o que os outros estavam conversando, talvez pelo inglês não ser minha língua nativa, acaba vivendo sempre no meu mundo sem me importar com o ‘problema dos outros. Já no Brasil, eu entendo tudo, desde as coisas boas mas também as pessoas reclamando ou fazendo as “fofoquinhas”. Não que isto não aconteça lá fora, mas foi bem estranho chegar, conversar e ouvir tudo em português. Parece algumas vezes que você passa a fazer parte da vida e do problema das pessoas que você nem ao menos conhece, aos poucos me acostumo novamente. Eu estava no mercado com minha irmã e disse pra ela: “Priscila, eles estão falando em Português, olha que estranho?!” Eu só tinha me esquecido que tinha voltado ao Brasil e o português desta vez era língua oficial.

Pessoas Tatuadas

imagesAcho que na Austrália 90% das pessoas tem tatuagem, talvez pelo baixo preconceito por esse tipo de arte, era muito comum ver pessoas completamente tatuadas e cheias de piercings em qualquer lugar, seja ambiente de trabalho ou diversão. Aqui algumas vezes parece um pouco estranho olhar por vezes ao seu redor e não ver uma simples tattoo, hahaha. Ainda bem que eu trouxe a minha comigo. É só triste ver que alguns por aqui ainda levem a tattoo como algo para marginais ou pessoas que não são de bem, quanta ilusão.

Política

charge-politica-humor1
Se tem uma coisa que eu admirei no meu país foi chegar e encontrar as pessoas mais interessadas em política, problemas sociais, desigualdades e muitos outros debates. Amei chegar no Brasil e ver as pessoas lendo mais, estudando mais e brigando muito mais pelos seus direitos. Sempre que conto que estava fora muitas pessoas começavam a me falar, a questionar e procurar soluções para o Brasil que estamos enfrentando. Acho que nesses últimos anos o brasileiro se tornou mais reflexivo quanto aos problemas, só precisa agora resolver isso nas urnas, né?!

O Brasileiro é povo mais feliz do mundo e trabalhador também!

br
O australiano é um europeu abrasileirado. Eles tem todo essa educação européia mas são tão cordiais quanto os brasileiros, pelo menos foi essa impressão que eu tive. Brasileiro está sempre sorrindo, mesmo com muitos problemas não perde o humor e está lutando para conseguir o seu lugar ao sol, a única diferença é que o brasileiro conquista as coisas apesar de todas as diferenças e desigualdades sociais. Agora, se eu pedir para um australiano fazer as mesmas coisas com os subsídios que NÓS BRASILEIROS temos, provavelmente ele perderia o sorriso do rosto e sua cordialidade.

Logo logo conto mais…

Anúncios

2 comentários sobre “Primeiras impressões sobre o Brasil

  1. Rachei de rir no mercado com seu comentário… bem vindo irmão… vc fez muita falta.

  2. kkkkkkk, muito bom Ivan!!! Bem vindo de volta ao Brasil amigo! Saudades! Tudo de melhor para ti! ;D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s